Cristiano Ronaldo vai ser o primeiro futebolista a atingir os mil milhões de dólares

Cristiano Ronaldo vai ser o primeiro futebolista a atingir os mil milhões de dólares

O jogador da Juventus poderia perder cerca de 20 milhões de euros do seu salário e mesmo assim receberia um vencimento anual de 42 milhões de euros (salários e prémios), além de outros 41 milhões de euros integrados no seu contrato com a Nike e da marca CR7.
Cristiano Ronaldo vai atingir o valor dos mil milhões de dólares tornando-se assim o primeiro futebolista da história a chegar a esta verba e o terceiro desportista mundial a fazê-lo numa só temporada a par de Tiger Woods que foi o primeiro em 2009 e do lutador de boxe Floyd Mayweather em 2017, segundo revela a “Forbes”.
No ano passado, o jogador português faturou 100 milhões de euros incluindo 60 milhões em salário e prémios, sendo o segundo jogador de futebol mais bem pago do mundo e entre os atletas mais bem pagos de todos os desportos.
De acordo com a “Forbes” mesmo com o corte de 30% de todos os clubes da Série A, o que pode levar CR7 a um corte de cerca de 20 milhões, o internacional português ainda iria receber um salário anual estimado em 42 milhões de euros, valor maior que o total de ganhos (salários e prémios) de todos os jogadores do mundo, com exceção de Lionel Messi e Neymar.
Além disso, Cristiano Ronaldo recebe ainda 41 milhões de euros englobados no seu contrato vitalício com a Nike e a a marca CR7.
A Juventus espera poupar 92 milhões de euros com a redução dos salários entre março a junho e que voltará a pagar os salários normais quando a Série A regressar. Este valor é o equivalente a 30% do salário anual total do plantel, o mais alto de todos os clubes da liga italiana.
Cristiano Ronaldo é o jogador mais bem pago da Juventus e concordou na semana passada reduzir em quase quatro milhões de euros o seu salário, algo que não prejudica os seus ganhos anuais, nem os 4% das economias esperadas pelo clube.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *