fbpx

Nyusi socorre-se do “Hino Nacional” para adiar tomada de novas medidas

Nyusi socorre-se do “Hino Nacional” para adiar tomada de novas medidas

O Presidente da República, Filipe Nyusi, realizou ontem, a comunicação a nação, sobre o estágio actual da pandemia da COVID-19,  face a terceira prorrogação do Estado do Emergência.

 Na ocasião, Nyusi fez uma breve análise da situação, onde se notou um aumento de casos, de óbitos, alteração do padrão de transmissão e constatou-se a ocorrência de transmissão comunitária nas províncias de Nampula e Cabo Delgado.

Numa altura em que o povo se encontra ansioso entre o relaxamento ou agravamento das medidas de prevenção, o presidente da república adiou o anúncio das mesmas, tendo informado que remeteu um relatório sobre o impacto das medidas por sector á Assembleia da República.

“Amanhã (quinta-feira, 30de julho) vamos remeter à Assembleia da República o relatório sobre a impacto das medidas em cada um dos sectores”, avançou o estadista

Nyusi disse que, nos próximos dias, as medidas de prevenção devem ser “ seguidas com todo rigor,  precisamos de inventar uma nova maneira de viver em sociedade inspirados pelo nosso hino que diz milhões de braços uma só força”, .

.Moçambique registou nas ultimas 24 horas mais 28 casos, contando actualmente com um cumulativo de 1748 casos positivos dos quais 1581 são de transmissão local, 167 importados, 11 obitos da COVID-19 e dois por outras causas e um total de 616 recuperados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *